Categorias: Limpa Nome

Quitar o Financiamento Imobiliário

Saiba as vantagens de quitar o Financiamento Imobiliário

Poupar-se de uma dívida que carrega juros mensais é um sonho para qualquer pessoa. Caso você consiga um dinheiro (13º salário, bônus) para quitar a dívida de seu financiamento imobiliário antes do final do prazo previsto, existe um artigo (52) do Código de Defesa do Consumidor (CDC) que garante ao consumidor o direito do abatimento de jutos referente às parcelas que faltam para pagar.

Vejamos o que diz o artigo 52: “§2 – É assegurado ao consumidor à liquidação antecipada do débito, total ou parcialmente, mediante redução proporcional de juros e demais acréscimos”, dessa forma a lei estabelece a proibição de cobrar juros em decorrência da liquidação antecipada do financiamento imobiliário.

Você pode até optar em guardar o dinheiro extra na poupança para não precisar de novos empréstimos, mas essa opção só vale à pena se os juros que são cobrados no financiamento imobiliário forem baixos e as parcelas não estiverem comprometendo grande parte da sua renda mensal. Se não for possível quitar toda a dívida, você pode amortizar (redução da dívida por meio de pagamento parcial ou gradual acertado entre partes) que pode ser útil, dessa forma a duração do financiamento diminui.

Como quitar o Financiamento Imobiliário 

Mantenha sempre o banco que lhe forneceu o crédito informado, entre em contato para comunicar qual o valor do pagamento à vista para que banco possa ter tempo de entregar o nono cálculo com os juros corrigidos e os descontos.

Dica: Com o financiamento quitado, você pode manter a rotina de sempre “pagar as parcelas do financiamento”, ou seja, reservar esse dinheiro, porém agora você deve colocá-lo na poupança para aumentar a quantia, que pode ser usado em caso de emergência, dessa forma você poderá investir esse dinheiro em outro imóvel ou naquilo que lhe proporcionará o aumento desse valor.

Para manter uma vida financeira tranquila, pense bastante ao fazer um novo financiamento, pois você precisará esperar algum tempo para juntar novamente um valor caso precise de outro crédito e sempre avalie as taxas de juros.

Pague suas contas em dia e se possível à vista, assim você evita juros e poderá ter descontos nas suas futuras compras, para facilitar faça uma planilha de gastos para ajudar a poupar mais dinheiro e gastar somente o necessário.

Não se esqueça de direcionar um valor para criar uma reserva de emergência, dessa maneira caso aconteça alguma situação inesperada você não precisa se desesperar.

Compartilhe em sua rede social!

Vinícius Miranda

Vinicius Miranda

Estuda na instituição de ensino Universidade Nove de Julho, autor de textos e artigos para os sites Clube DETRAN, vocênoenem e i50.

Deixe um comentário

Posts Recentes

Conheça o programa Casa Verde e Amarela

Conheça o programa que irá substituir o Minha Casa Minha Vida. Além das condições diferenciadas… Leia mais

2 meses atrás

Governo vai pagar 4ª parcela do Auxílio Emergencial

Foi confirmado pelo Presidente Jair Bolsonaro, o pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial pago… Leia mais

6 meses atrás

Aplicativo CAIXA Tem

Para acessar a funcionalidade do saque sem cartão, a CAIXA liberou uma nova versão do… Leia mais

6 meses atrás

Pagamento da 2ª Parcela do Auxílio Emergencial

A CAIXA divulgou o calendário de pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial, que terá… Leia mais

7 meses atrás

Pagamento da Segunda Parcela do Auxílio Emergencial

Quem está acompanhando o noticiário vêm diariamente, pessoas nas filas das agencias da Caixa Econômica… Leia mais

7 meses atrás

Auxílio Emergencial ainda em análise

Muitos trabalhadores estão preocupados com a situação pendente de análise das suas solicitações do Auxilio… Leia mais

6 meses atrás