Proposta de Reforma da Previdência é discutida em Plenário por senadores

Mesmo antes de chegar ao Congresso, a proposta de reforma da Previdência que será encaminhada pelo Executivo é tema de discursos dos senadores que compareceram à sessão plenária desta segunda-feira (18).

A reforma da Previdência tem de ser votada em dois turnos na Câmara dos Deputados e depois no Senado. A aprovação depende da adesão de dois terços dos parlamentares a cada votação.

De acordo com o ministro da Casa Civil, o presidente Jair Bolsonaro deverá escolher em breve os líderes do governo no Senado e do Congresso. “Nós estamos levando uma série de nomes ao presidente no fim de semana. Provavelmente, o líder no Senado e do Congresso seja conhecido na semana que vem”.

7 perguntas e respostas para você entender a Reforma da Previdência

Qual a idade mínima proposta na Reforma da Previdência?

O texto da Reforma da Previdência que será apresentada ao Congresso propõe 65 anos para os homens e 62 para as mulheres.

Quais serão as três alterações principais para quem se aposenta pelo INSS?

A proposta de Reforma da Previdência prevê requerer o benefício por idade mínima, por tempo de contribuição, mas com pedágio, ou por meio de um sistema de pontuação que combina idade e tempo de contribuição.

Quanto deve ser economizado com a Reforma da Previdência?

Segundo o grupo econômico do Governo Federal, a Reforma deve trazer uma economia de entre R$ 800 bilhões e R$ 1 trilhão aos cofres públicos em dez anos.

Como vai funcionar a idade mínima de aposentadoria no setor privado?

Como no setor privado não há idade mínima de exigida hoje, mas após a reforma será de mínimo de 56 para as mulheres e 60 para os homens. Durante a transição irá subir 6 meses por ano até atingir 62/65.

Como irá funcionar o sistema de contagem de pontos?

O sistema de contagem de pontos nada mais é que a soma de idade e tempo de contribuição, que começará em 86/96 e vai subir um ponto a cada ano a partir de janeiro de 2020.

Como vai funcionar o pagamento de pedágio de 50%?

O pagamento de pedágio é a possibilidade se aposentar por tempo de contribuição de 30 anos (mulher) e 35 anos (homem) sem idade mínima, com o pagamento de 50% sobre o tempo de contribuição que falta, porem será limitado para quem faltar apenas 02 anos para se aposentar. Por exemplo: Se faltar um ano para se aposentar, terá que trabalhar por mais seis meses para requerer o benefício.

Como fica proposta para os Servidores Públicos?

Os Servidores Públicos terão que cumprir a idade mínima que será de 60 para homens e 55 para mulheres, e vai subindo 6 meses na transição até atingir 65/62.

1
Deixe seu Comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
1 Autores de comentários
Adalberto matias Autores recentes de comentários
mais novo mais velho mais votados
Adalberto matias
Visitante
Adalberto matias

Estou com 50 anos e 30 de contribuição. Quanto tempo… Leia mais »

© 2019 i50 Imóvel Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?