Feirão CAIXA

Feirão CAIXA – Cuidados na Compra da Casa Própria

Feirão CAIXA - Cuidados na Compra da Casa Própria

Feirão CAIXA – Cuidados na compra de casa própria durante o Feirão CAIXA

Os interessados em comprar imóveis durante o Feirão Caixa da Casa Própria devem negociar bem os preços e tomar alguns cuidados. O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) tem cartilha específica sobre construtoras e compra da casa própria. O instituto também divulgou uma série de dicas para as pessoas que irão ao feirão em busca do sonho da casa própria. Uma delas é pesquisar o preço de um imóvel no mesmo prédio antes de ir ao feirão, por exemplo. Outra dica é verificar o valor de imóveis com as mesmas características e as taxas de outros bancos.

Um problema que o interessado deve evitar é comprar o imóvel ocupado. O Ibedec aconselha que o negócio não seja fechado nessas condições. Caso o imóvel não esteja vazio, o conselho é procurar o atual ocupante do imóvel para verificar se existe a possibilidade de deixar o local. Caso o ocupante não queira deixar o imóvel espontaneamente, o instituto lembra que o processo de retirada judicial demora. Existem ainda os custos judiciais para acionar a Justiça.

Se o comprador conheceu o imóvel apenas por meio de fotos, a sugestão é guardar todos os panfletos e publicações. Segundo o Ibedec, para a Justiça é importante guardar tudo que possa ser usado como prova, inclusive o que for prometido pelo vendedor, inclusive prazos, taxas de juros, metragem do imóvel e outras despesas.

O 9º Feirão Caixa da Casa Própria termina domingo (18) em Brasília, Curitiba, Uberlândia (MG), no Rio de Janeiro e em Salvador. Somente em Brasília, serão oferecidos mais de 10.400 imóveis. Em todas as 13 cidades que vão sediar a feira, a previsão é que o número de imóveis oferecidos ao longo dos quatro fins de semana de realização do evento seja superior a 400 mil.

A última edição registrou um público de 404 mil visitantes, com volume de mais de R$ 12 bilhões em negócios assinados e encaminhados.

De 24 e 26 de maio, a feira será realizada em Belo Horizonte, Porto Alegre e Florianópolis. Por último, de 14 a 16 de junho, Belém, Campinas e Recife vão promover o feirão.

O banco garante aos interessados cobrar a primeira parcela do imóvel só em janeiro de 2014, se o contrato for assinado durante o feirão e só vale para recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

No feirão, além dos técnicos da Caixa, o mutuário poderá encontrar representantes da construção civil, imobiliárias e cartórios, se quiser fechar o negócio. No ano passado, informou a CEF, mais de 36 mil pessoas visitaram o feirão, em Brasília, quando foram assinados e encaminhados 4.139 negócios, o equivalente a mais de R$ 938 milhões.

Para requerer o crédito para casa própria, no feirão, é preciso levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Segundo a Caixa, os interessados podem, antes, simular no site da instituição o valor do crédito imobiliário necessário para a compra do imóvel. O serviço de atendimento ao cliente do banco (0800-726-0101) fica disponível 24 horas, inclusive nos finais de semana, garante o banco. Fonte: Agência Brasil

Avatar
Sobre o autor

Saiba tudo sobre os programas sociais do governo federal. Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Cadastro Único, Cartão Cidadão e muito mais.
    Posts relacionados
    Feirão CAIXA

    Feirão da Casa Própria 2018 negocia 202 mil imóveis

    Feirão CAIXA

    Feirão da Casa Própria da CAIXA 2018

    Feirão CAIXA

    Feirão da CAIXA 2017 chega a Brasília, Fortaleza e Curitiba

    Feirão CAIXA

    Primeira etapa do Feirão da CAIXA 2017 acontece até domingo

    Deixe seu Comentário

    avatar