Saiba como financiar dívidas de Cartão de Crédito

Com a crise financeira e o número elevado de desempregados no país, que só vem aumentando nos últimos anos, muitas pessoas acabam se enrolando em dívidas, principalmente com o Cartão de Crédito. E do total de famílias endividadas pelo país, 76% tem problemas com cartão de crédito. Vamos relacionar, aqui no i50, dicas de como financiar dívidas de Cartão de Crédito, e sair do sufoco. E desta forma ajudá-los a sair da estatística de que, um em cada 4 brasileiros economicamente ativo, já entraram no rotativo do Cartão de Crédito.

Mas todo sabemos, que esse acúmulo de dívidas no Cartão, é uma bola de neve, e em muitos casos, por falta de planejamento, a pessoas acha que tem o controle de tudo e que deixar para acertar no próximo mês é a melhor saída. Aí está o perigo! Com altos juros que só aumentam mensalmente o valor da fatura, o que já seria difícil no final do primeiro mês, imagina acumulado com o mês seguinte, com taxas de juros que chegam a dobrar o valor. Então, já sabemos que deixar acumular não é um bom negócio.

A seguir, veja os principais passos para negociar sua dívida:

1 – Faça as Contas

Muitos não sabem quanto tem que pagar no final do mês na fatura do cartão. Nem sequer tem uma noção, e isso é um perigo. Então, tenha o controle dos seus gastos no Cartão de Crédito. E na hora de negociar, você terá que saber exatamente quanto poderá dispor, para não ter problemas na hora de assumir o compromisso da negociação.

2 – Pagamento com Parcelas Fixas

Após a negociação de quanto irá pagar por mês, tenha certeza de que as parcelas serão fixas, assim evitará desse valor ser alterado no futuro. Em alguns casos, a negociação pode ter parcelas crescentes ou decrescentes, por isso é importante se cerificar de que a sua será fixa.

3 – Negociar com juros menores

No Cartão de Crédito, o maior problema são os juros, e na hora de negociar a queda da taxa é imprescindível. Ou seja, no Cartão de Crédito, a margem de negociação é grande, com taxas de podem oscilar bastante. Ou, outra opção é você obter um empréstimo com juros menores que o Cartão de Crédito para quitá-lo, e neste caso, é aconselhável que não o utilize mais, até que o financiamento a seja finalizado.

4 – Negocie com a instituição do Cartão de Crédito

Antes de virar uma bola de neve e o valor fique muito acima da sua capacidade de pagamento, é aconselhável procurar a instituição do Cartão de Crédito para conversar e quem sabe, até conseguir alguns benefícios, como anuidade zero,  baixar o limite, enfim, assim você evita pagar juros abusivos e opões que não poderá pagar.

Por fim, a principal dica antes do endividamento no Cartão de Crédito: Pequenas e muitas parcelas são um perigo!!!

A maioria não avalia quantas parcelas terão na próxima fatura, e isso acaba gerando o valor final impossível de pagar. Fazer várias parcelas de valores baixos poderia ser uma boa saída, mas desde que a soma de todas elas não fique acima da sua capacidade de pagar. Marque todos os valores futuros da fatura e a quantidade de parcelas.

avatar

© 2018 i50 Imóvel Todos os direitos reservados.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account