Como sacar o dinheiro do FGTS inativo

Saiba aqui como sacar o dinheiro do FGTS inativo

O presidente da República, Michel Temer, anunciou, nesta terça-feira (14), o cronograma de pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No total, as contas somam cerca de R$ 43,6 bilhões e mais de 30 milhões de trabalhadores têm direito ao saque.

Em seu discurso, o presidente Temer ressaltou que o pagamento do FGTS não somente injeta recursos na economia do País como proporciona, ainda, a tranquilidade social. “Se todos sacarem serão R$ 40 bilhões ingressando na economia. E o interesse é tão grande que, há 10 minutos, abriu-se o site indicando as datas de saque e já conta com 480 mil acessos”, pontuou Temer.

De acordo com a Medida Provisória 763/2016, tem direto ao pagamento de conta inativa o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. A medida engloba 49,6 milhões de contas e a previsão é de que a medida injete mais de R$ 30 bilhões na economia brasileira.

Ou seja, todo o dinheiro acumulado no fundo poderá ser retirado pelo trabalhador em 2017, exceto o do trabalho com carteira assinada atual e o relacionado a contratos de trabalho dos quais o trabalhador pediu demissão ou foi demitido após o dia 31 de dezembro de 2015.

Para entender melhor o que é preciso fazer, preparamos um passo a passo com dicas para facilitar o saque.

Passo 1

Saiba aqui como sacar o dinheiro do FGTS inativo - passo 1

A primeira coisa que você deve fazer é descobrir se realmente tem algum valor a receber. De acordo com as regras estipuladas pela Caixa Econômica, só terão direito ao saque os trabalhadores com contratos de trabalho finalizados até 31 de dezembro de 2015 que não tenham sacado o benefício.

A Caixa criou uma página especial e um serviço telefônico para tratar das contas inativas do FGTS. Para descobrir se tem algum valor a receber, o trabalhador deve acessar o site da CAIXA ou ligar para 0800-726-2017. O trabalhador receberá um atendimento personalizado para descobrir o valor, a data e o local mais convenientes para os saques.

Passo 2

Saiba aqui como sacar o dinheiro do FGTS inativo - passo 3

É importante ficar atento às datas estipuladas para os saques do FGTS. A Caixa organizou o calendário de acordo com as datas de nascimento dos beneficiários. Quem nasceu em março, abril e maio deve sacar o benefício entre 10 de abril e 11 de maio. Trabalhadores nascidos nos meses de junho, julho e agosto vão sacar entre os dias 12 de maio e 15 de junho. Nascidos em setembro, outubro e novembro vão receber os valores entre 16 de junho e 13 de julho. Já os trabalhadores nascidos em dezembro poderão fazer o saque entre os dias 14 e 31 de julho.

Quem perder a data de saque estipulada pela Caixa, terá uma segunda chance até o dia 31 de julho de 2017. Por exemplo, caso o trabalhador nascido em janeiro deixe de tirar o benefício até o dia 10 de abril, ele terá até 31 de julho para fazer o saque. A Caixa alerta que, após essa data, o trabalhador deverá se enquadrar em outra hipótese de saque (como aposentadoria ou aquisição de moradia própria) para receber os valores.

Passo 3

Saiba aqui como sacar o dinheiro do FGTS inativo - passo 3

Os beneficiários terão quatro opções para recebimento dos valores. Quem tem conta-corrente na Caixa poderá pedir o recebimento do crédito em conta pela internet. Não há restrição de valores.

O saque também pode ser feito em caixas eletrônicos desde que o valor não ultrapasse R$ 3 mil. Para valores até R$ 1,5 mil, é possível sacar o benefício apenas com a senha do Cartão do Cidadão. Para créditos até R$ 3 mil, o saque no caixa eletrônico deve ser feito com o Cartão do Cidadão e a respectiva senha.

A retirada do FGTS inativo também pode ser feita em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, com a apresentação do Cartão Cidadão, a senha e um documento de identificação. O valor máximo de saque está limitado em R$ 3 mil.

Por último, o cidadão também pode retirar o dinheiro diretamente nas agências bancárias. Os documentos necessários são o número de inscrição do PIS e o documento de identificação do trabalhador. É recomendado levar também o comprovante da extinção do vínculo (carteira de trabalho ou termo de rescisão do contrato de trabalho).

O Cartão do Cidadão pode ser solicitado em qualquer agência da Caixa. Para que o atendimento seja mais rápido, é necessário ter em mãos o número do PIS. Para cadastrar ou recadastrar a senha, o trabalhador pode se dirigir a uma agência da Caixa. Também há a opção de fazer a Senha Cidadão em uma casa lotérica. Para isso, o trabalhador deve iniciar atendimento no telefone 0800-726-0207.

*Com informações da Agência Brasil/CAIXA

4 Comentários
  1. Silvio 7 meses atrás

    E as contas que não aparece, mesmo sendo dispensado por justa causa

  2. Luciano 7 meses atrás

    Saldo conta inativa

  3. Regina de Oliveira 7 meses atrás

    Isso é válido a partir de que ano? Só tive FGTS em 1979 até 1984. Será que faço parte disso?

  4. joana darc de sousa 7 meses atrás

    Minha mãe trabalhava em prefeitura e agora a pouco tempo ta aposentada ela tem direito ao fita?

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

© 2017 i50 Imóvel Todos os direitos reservados.

[] kleo_social_icons
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account